Screenshot_2013-02-27-12-08-13Para muita gente o ícone aí ao lado apareceu na lista de aplicativos instalados do aparelho “do nada”. Muitos devem ter pensado que o aparelho está contaminado por algum vírus novo. Nada disso!

Esse ícone foi incluído pela Google, na surdina, como forma de centralizar todas as configurações dos seus aplicativos (por “seus aplicativos” entenda aplicativos da empresa). Através dele você tem acesso às configurações do Mapas, Latitude, busca, Google+ e por aí vai.

Até onde consegui entender utilizando-o, ele nada mais faz do que simplesmente chamar o aplicativo à qual as configurações atuam. Isso fica meio evidente ao acessar os dados do Mapas, no qual o aplicativo é aberto e logo em seguida as configurações apresentadas. É basicamente um atalho.

O motivo disso? Difícil saber, mas eu diria que é por causa da nova autenticação via Google+. Através desse novo app você pode gerenciar os aplicativos que estão habilitados (e consequentemente desabilitá-los) a acessar/utilizar sua conta. No fundo é um facilitador mesmo.

Mas certamente levantou uma grande dúvida: como é que ele apareceu ali?

A resposta é simples: a Google pode instalar e remover aplicativos remotamente sem que o usuário saiba ou tome qualquer ação. A instalação você pode verificar facilmente ao clicar no botão “instalar” quando acessa a Google Play de um computador. Já a remoção é utilizada apenas em casos extremos (aqui você lê o texto original do grupo de desenvolvedores do Android).

Outro exemplo de atualização automática é do aplicativo da própria Google Play, que você só descobre que foi atualizado quando precisa concordar de novo com os termos de uso ou quando vai olhar a versão do app e viu que mudou.

Existe uma forma de evitar que tudo isso aconteça, mas para utilizá-la é melhor vender seu Android e comprar um “dumbphone”: desativar completamente a sincronização do seu aparelho com sua conta Google.

Screenshot_2013-02-27-12-08-23