Imagine que num belo dia você liga sua tv de última geração, 50 polegadas, LED 3D, tela super ultra mega master brilhante, fina e cristalina, e ela mostra uma mensagem dizendo que a partir do final do mês ela passará a exibir apenas a programação da TV Senado. O que você faria? Eu teria vontade de quebrar o aparelho na cabeça do presidente da empresa que a fabricou.

Então agora imagine abrir aquele aplicativo que você comprou na loja oficial, e se deparar com esta mensagem:

Pois é o que aconteceu com quem comprou o Rock Band na lojinha da Apple para suas iTranqueiras. O jogo simplesmente deixará de funcionar em 31 de maio. O motivo é até que compreensível (mas de forma alguma justificável, se é que esse é o motivo real….estou apenas cogitando): o jogo é de música, o que requer que suas músicas sejam licenciadas. E essa licença não é vitalícia. Ou o autor do jogo as licencia novamente (obviamente pagando por isso e certamente repassando o custo ao consumidor, obrigando-o provavelmente a pagar pelo aplicativo de novo) ou simplesmente “fecha as portas”.

Isso traz um aviso para muitos que pensam serem donos dos programas que compram: não se iluda! O que você comprou foi uma licença de uso, não o programa em si. O único caso em que você é dono do programa é se tiver o código fonte dele em mãos também (pois a partir dele você pode recompilar e ter o programa de novo).

E o que isso tem a ver com o Android? Tudo!!!! O que garante que aquele programinha pelo qual você pagou alguns obamas continuará na Play Store quando você comprar o seu próximo Android, para ser reinstalado?

Em tese a boa vontade do desenvolvedor. Na prática, nada! Já houveram casos de aplicativos que sumiram da loja da Google, como emuladores (alguns pagos).

Claro que o usuário sempre poderá baixar os programas de outras fontes…..mas cá entre nós: se a Play Store não é 100% confiável quanto à presença de malwares, imagine a segurança um site hospedado no interior da Rússia!

Para evitar o problema de não conseguir mais achar aquele app, no Android a solução é relativamente simples: habilite o root no seu aparelho e copie o apk para outro lugar. Ou mais simples ainda: tendo um aparelho com root e use o Titanium Backup.

Atualização: segundo o Android Community, a EA voltou atrás, dizendo que a mensagem foi enviada por engano, e que o jogo continuará funcionando depois da data. Ahã….engano…..sei, sei….